deus das pequenas coisas

Em determinados períodos, vá-se lá saber porque carga de água, sou demasiado propenso a letargias cíclicas. O facto que não escrever estas últimas semanas aqui apesar de uma enorme vontade é disso um exemplo acabado de como sou um ser bastante inconsistente para com os meus pequenos prazeres.

Desculpas aparte, estes últimos dias têm sido propensas a fait divers que me recordam de algo verdadeiramente excepcional: a vida tem inúmeras surpresas e quando julgamos que o planeta terra já rolou tudo que tinha que rolar para nós, eis que algo faz com que mergulhemos na máquina de lavar a roupa em pleno ciclo de centrifugação.

Acho que são as pequenas-grandes diferencias que nos recordam que a Vida tem sempre um V maiúsculo e que o deus das pequenas coisas está presente para nos dar momentos únicos de beleza e êxtase. Basta que tenhamos a alma aberta para abraçar novas aventuras.

2 opiniões sobre “deus das pequenas coisas”

  1. “(…) O coração tem tantas portas para abrir que ninguém conseguiu ainda contá-las todas. Às vezes basta pôr uma pessoa bem disposta para lhe chegar ao coração…” in Mel do Coração, MOTA Arsénio (Literatura Infantil).
    Se calhar foi isso o que aconteceu!…Não me canso de divulgar esta história. Simples, mas com mtas verdades.

Deixar uma resposta