Este fim de semana…

Este fim de semana passou depressa como todos os fins de semanas, mas foi muito especial e cheio de supresas. Acho que só foi ensombrado pelo mau acordar de J. que ultimamente tem tido atitudes incompreensíveis que me têm magoado muito.

Custou-me faltar aos anos da minha amiga ex-colorida, mas afinal tinha uma óptima desculpa…

As decisões difíceis que se multiplicam neste início de semana são daquelas etapas e barreiras que as nossas vidas atravessam nos pontos de viragem.

Gosto tomar decisões e estar em controle da minha vida. Algumas raras vezes fui impulsivo, pois como psicótico que sou pondero tudo, mesmo as razões menos lógicas…
Desta vez custou-me chegar a uma conclusão: consumi-me a ponto de hesitar e adiar qualquer decisão.

Odeio-me por isso!

Mas existiam razões de sobra para me desculpar e ser aparentemente fraco – estas envolvem alterações profundas e certamente irreversíveis.