Muqueca

Muqueca

Verdade seja dita que os meus ossos hoje estão meios partidos, e que a minha cabeça parece que vai estourar, ao estilo de estar a dar um concerto de uma banda chamada “Acidente genético” ou “Thor’s metal” com o meu craneo como palco.

Aquilo que nuestros ermanos chamam, e bem, «rota del bacalau» é uma armadilha a que é difícil resistir. Durante a semana dá-se no duro mas ao fim-de-semana é uma festa pegada. E depois o corpo é que paga!

Para piorar as coisas 4ª à noite – véspera de feriado – deu mens drink night acabando eu e o Dr. P. a deambular nos piores buracos nocturnos da cidade. Sexta-feira foi dia de repasto no Oxalá com muqueca de gambas na companhia de N, que também se recente de chatices no trabalho. N. raramente é um inconformado mas estava triste e fora de si. Creio que se tomou conta da primeira experiência de injustiça laboral. Algo que eu tive uma grande escola no Passado, para dar e vender, e até para fazer um compendio, ou um anexo de actualização ao “Príncipe” de Maquiavel. Até vi Chi. para recordar isso.

Mesmo assim deu para passar uns momentos com M. J, e A. na galhofa. E no Trivial! 🙂
Escusado será dizer que sábado, apesar da boa companhia não estava capaz de animar para uma noitada, nem às custas de estimulação eléctrica

Agora, a porra do aumento do IVA está a transformar em correria e barafunda o exército de retardatários que querem fazer as ultimas “comprinhas” antes da cartuchada dos 2% extra…