Os cavalos já espumam

Esta minha fase de cavalo de corrida exige que eu não pare, mesmo que isso signifique que a exaustão me possa ser fatal.
No fim-de-semana passado as coisas tomaram proporções de corrida a galope desalmado, com três noites seguidas. Três jantares soberbos, dois deles nos meus dois restaurantes de eleição, em companhias brilhantes e até sedutoras. N. fez a mesma rota do bacalhau.

Mas a piece de resistence foi mesmo o Kitten no Triplex, ao qual não podia resistir a faltar.

O Clube Kitten permanece inqualificável e sedutor, continuando a ser a melhor noite do Porto, apesar de já estar a dar sinais de pura decadência em termos de ambiente. Há já algumas almas menos nobres que não podem desculpa quando nos pisam ou dão algum encontrão.
Apesar disso a música continua a ser perfeita e i núcleo duro do Clube Kitten encantador, as duas únicas razões porque se atura o sentimento claustrofobico minúsculo do Triplex.

Dividido em três frentes, em três noites o meu coração matraqueia pulsações desincopadas, e galopo desenfreado, pois afinal não posso parar e a meta ainda vem longe.