Quem disse?

Viver é conhecer e aprender. Estas palavras podem não ser muito fortes mas revelam algo de intrínseco, para além da carga subjectiva que transportam. Mas é isso exactamente o que se chama viver. É lutar contra o determinismo do Caminho que afinal de contas somos nós que o escrevemos.

As ovelhas vivem em rebanho cheias de certezas, como sabendo que amanhã será igual ao dia de hoje e que o pastor as levará a novos pastos. Afinal sabem tudo, mas tudo o que precisam para sobreviver.

Muitas pessoas são como estas ovelhas, têm todas as certezas e sabem o caminho que seguem, mas não passam de um rebanho liderado por um pastor invisível, sem saber que as suas certezas são superficiais e não passam de carne, lã e leite avaliados a preços de mercado. Apenas sobrevivem e não vivem de facto.


Decididamente hoje estou pessimista.

Melhores dias se antevêem!