Sonho

É fácil perder a perspectiva do horizonte, quando nos perdemos no curto prazo. As necessidades corriqueiras são empoladas no corre-corre diário de inúmeras inutilidades e aborrecimentos de circunstância fugazes.

Viver ao sabor da maré é algo aterrador e para mim é motivo de desconforto. Já vivi imenso tempo assim, se é que se pode chamar a isso viver. Poder perscrutar a longo prazo onde se quer ir e não deixar que as borrascas e ventos contrários nos impeçam de perseguir os nossos sonhos é importante para Viver.

Mas o que é realmente importante é ter sonhos que perseguir. Sem isso está-se morto.

Deixar uma resposta