Sono…

A noite foi comprida e não houve muito tempo para dormir. A noite tem sempre um encanto especial, mesmo nos dias que se percorrem dezenas de Km perdidos na grande cidade, subindo e descendo ruas íngremes povoadas de monumentos.
O sono prega-nos partidas, esse maldito.
O jantar foi bastante obeso e particularmente delicioso, e foi bom ter companhia de outro potencial migrante.
O gin tónico foi apenas um pequeno refugio, enquanto a companhia era perfeita. O Status Quo da grande cidade foi muito revelador e tive acesso a notícias importantes.
Vou adormecer durante todo dia.