Julho 26, 2001

Pois
A coisa repete-se novamente e estou até tarde junto ao ecrã.

Mas vou já sair e passear quanto baste…

A tarde corre lentamente mas o dia é pacato o suficiente para eu estar menos stressado. Só é pena estar a 316 km de casa e que sou esperado com ansiedade. As vezes a distância não é apenas física e surge numa forma de barreira que nos impede de comunicar. Mas quando se está longe e a barreira também existe torna-se mais insuportável.

Hoje quero passear por ruas novas e procurar um local desconhecido em que me sinta confortável. Poderá parecer um contra-senso mas por vezes sem o sabermos há um local que nos puxa e está à nossa espera…

A manhã está bonita e a grande cidade parece renovada. O dia está calmo e estou repousado e rejuvenescido. Capaz de enfrentar mais adversidades.

A minha irmã está mais calma e a sua parece que se está a endireitar e as minhas perspectivas de começam-se a delinear com uns contornos mais definidos. Um dia com